PREVIEW CASA COR PARANÁ

SELECIONAMOS OS AMBIENTES MAIS SURPREENDENTES

Uso criativo da madeira e ambientes intimistas são destaque na mostra deste ano

O arquiteto Carlos Lupatini acompanhou nossa equipe na abertura para imprensa da Casa Cor Paraná deste ano e traz um resumo do que o visitante irá encontrar na mostra que inaugura nesta terça-feira, dia 21 de junho.

Fotos Marcelo Stammer

GALERIA DE ENTRADA E BILHETERIA, de Cynthia Karas

Tendência marcante do uso de azul, preto e dourado na proposta da arquiteta. Não deixe de admirar a escultura em madeira que se projeta da parede, criando movimento.

LOUNGE ARAUCO, de Eduardo Mourão

Suave e elegante, sem ser monótono. Ambiente super amplo, une living e sala de estar, no espaço onde a Arauco apresenta todas as possibilidades da marca no mobiliário e revestimentos das paredes

SALA VIP, de Guilherme Torres

O arquiteto é convidado especial deste ano e mais uma vez mostra porque seu trabalho já alcançou reconhecimento  internacional. Usa referências da Escola Bauhaus e de Mies Van Der Rohe, como as paredes soltas, criando planos independentes, valorizados pela iluminação indireta.

BIBLIOTECA, de Janaina Macedo

No ambiente que homenageia o juiz Sérgio Moro, outra tendência forte está expressa: o uso associado de tons de madeira natural em tons escuros, associados aos metais acobreados. Uma combinação sofisticada.

SALA DE JANTAR, de Samara Barbosa

Aqui todas as paredes receberam tratamento, algumas com painéis madeirados ou laqueados que se confundem com o mobiliário, e outras com tecido estofado ou plotagem sobre tecido, valorizada pela iluminação especial. Atenção: a parede com a plotagem recebe iluminação especial, mas não é retroiluminada. Aliás, quem visitar a mostra no período noturno, poderá degustar com propriedade todos os detalhes da iluminação cênica, nesse e nos demais espaços da casa.

LIVING PRINCIPAL, de Ivan Wodzinsky

É necessário dedicar tempo para contemplar o espaço em todas as suas minúcias e riquezas. Mistura ousada de cores, texturas e muita arte de qualidade.

HOME OFFICE, de Larissa Gomes

Uma tendência observada em alguns ambientes: o móvel se confunde com a parede e vice-versa. Nichos, recortes, encaixes, quase um quebra-cabeças, que desperta a imaginação e aguça a criatividade.

STUDIO DE UM JOVEM CASAL, de Flavia Bonet

Nesta edição da Casa Cor Paraná, os revestimentos até podem passar despercebidos aos olhares menos atentos, mas estão surpreendentes, como o revestimento da área de banho, um porcelanato que mais parece um papel de parede. É a tecnologia a favor da elegância.

QUARTO DE HÓSPEDES, de Christian e Richard Schönhofen

Madeiras nobres sobre uma boiserie em azul profundo, garante neutralidade sem perder a classe. Apropriado a um quarto de hóspedes.

ESTAR ÍNTIMO DA FAMÍLIA, de Carla Grüdtner

Destaque para o papel de parede monocromático, com estampa de grandes folhas de bananeira. Ambiente acolhedor.

LOFT DE UM MÉDICO, de Michele Krauspenhar

O arquiteto Carlos Lupatini referiu-se ao loft: “masculino e sofisticado¨. Demore o olhar aqui, explorando todas as nuances de cinza, do prata ao grafite, em perfeito equilíbrio.

COZINHA GOURMET, de Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande

Arrojada, lúdica, moderna. Assim é esta cozinha nada convencional com marcenaria orgânica. Outras surpresas são a parede amarela revestida com um material que lembra o neoprene e a mesa de refeições com cadeiras de balanço. (veja o vídeo no Instagram @casasuloficial)

ESTAR E ADEGA, de Gustavo Assis e Maria Alice Crippa

Aqui mais uma vez a tendência vista na mostra é confirmada: o móvel confunde-se com a própria parede, utilizando elementos como mármore e madeira para valorizar a volumetria, aliada à funcionalidade e estética.

TOILETTES SOCIAIS FUNCIONAIS, de Pauline Kubiak

Um banheiro unissex por si só já foge do convencional. Neste, à entrada do evento, as formas orgânicas e o abuso dos cristais remete ao ambiente feminino, enquanto que os porcelanatos e os tons acinzentados homenageiam o universo masculino. Os painéis translúcidos criam uma atmosfera quente, quebrando a frieza dos materiais e trazendo conforto a um ambiente tradicionalmente mais impessoal.

LOBBY DE HOTEL, de Walkiria Nossol e Jessica Brandão

É necessário reservar um tempo para perceber a presença da natureza, nos detalhes brutos, nas tramas originais e até na curiosa mesa de centro. Harmonia nas cores, traz conforto aos olhos e recebe bem quem chega, do jeito que deve ser num lobby de hotel.

BANHEIRO PARA ELES E ELAS, de Nilson Torres

Você entra e pensa que está em uma rave, mas é o banheiro público perto da área de alimentação da mostra. Espaço ousado e inovador, com muita personalidade.

CAFÉ, de Viviane Tabalipa

Apesar do pé-direito altíssimo, a área de alimentação está super agradável, convidativa com seu café e resto bar. O grande desafio aqui é integrar forma e função, ser bonito mas funcional, aconchegante mas espaçoso. Objetivo plenamente alcançado!

RESTOBAR, de Renata Rosa Sguario

Projeto arejado e contemporâneo, com elementos clássicos pontuando detalhes e trazendo equilíbrio e riqueza visual.

LOUNGE E PRAÇA COMPAGÁS, de Wolfgang Schlögel

Um dos ambientes mais surpreendentes, utiliza o fogo e pedras, combinando o que é lúdico e primitivo, ao conforto térmico para toda a área de alimentação.

 
Serviço:
Casa Cor Paraná 2016
21 de Junho a 31 de julho 
Rua João Tschannerl, 880 - Vista Alegre - Curitiba – PR
Horários: terça a quinta – das 15h às 21h; sábado – das 13h às 21h; domingo – das 13h às 19h
Ingressos: R$ 44,00 e R$ 22,00 (meia)