O hipster na decoração

O movimento também invadiu o home décor com direito a ideias criativas e originalidade

 Você conhece o termo hipster? Ele é utilizado para definir grupos de pessoas que não seguem tendências, gostam de inovar e buscam produtos e ideias originais e diferenciadas. E era inevitável que essa forma inusitada de se ver as coisas logo chegasse às decorações de casas e apartamentos, não é? E chegou. Para a nossa alegria.

Isso porque adoramos novidades e muitas das coisas “fora da caixinha”. Algo pelo qual o estilo hipster preza. Na decoração, portanto, esse movimento, além de inserir elementos novos, também resgata temas de vanguarda, criando uma mistura tão interessante quanto você provavelmente está imaginando agora.

Outras características da decoração hipster são as peças de design moderno e arrojado e a incorporação da personalidade do morador no lar. Geralmente, os ambientes estão muito ligados à arte, como música, pintura e literatura, que são mesclados com objetos pessoais.

Quanto às cores e texturas, para a arquiteta Marina Dubal, do escritório DAD Arquitetura e Design, “devem ser inseridos pontualmente para dar contraste e valorizar a composição”. Ou seja, podem ser quaisquer cores, contanto que agreguem valor ao espaço.

Por fim, a última dica fica por conta do arquiteto Junior Piacesi, que recomenda o uso de peças garimpadas. “São ótimos achados para quem busca a decoração hipster. Um local bastante adequado e inusitado para se consegui-las é em obras de construção civil”, revela.

E aí, ficou por dentro da decoração hipster? Esperamos que sim. E viva ao diferente!