Casa florida

Com criatividade, panelas e bules antigos, garrafas e até lâmpadas usadas podem decorar ambientes

Quer deixar sua casa mais florida? Use da criatividade e saia colocando flores pelos lugares mais inusitados. Que tal em um bule? Uma bota velha? Uma lâmpada queimada? Fugir dos tradicionais vasos é uma forma de dar leveza ao ambiente, sem esquecer da beleza. Veja só quanta coisa bacana é possível criar, com as dicas da designer floral Márcia Carazzai, da Agapanthus Floricultura.

Imagina plantar uma flor em uma rolha de vinho! A peça cabe muito bem em pequenos espaços, cantinhos esquecidos que voltam a ter vida com os delicados kalanchoes dobrados. A reutilização de materiais e o colorido da flor podem enfeitar mesas, paredes, portas e ambientes menores.

O toque singelo de uma panela recheada do colorido das begônias renova os ares da cozinha. E ela pode servir também como vaso para uma espécie verde e perene como a barba-de- moisés.

A gaiola em desuso lá do quintal passa a servir de abrigo ao verde.  O segredo é criar a composição que valorize a peça, recriando um pequeno jardim com mix de plantas verdes e coloridas, com formas e tamanhos diferentes. Aqui,foram utilizados antúrios, mini samambaia, kalanchoes, barba-de-moisés, sansieverias, suculentas e casca de pinus. 

Também há aquelas garrafas de licor e vinhos, sucos e até refrigerantes, que bem aproveitadas, ficam perfeitas. Nesta composição, a designer floral utilizou garrafas de cerveja na cor azul com mini rosas amarelas e folhagens e ao fundo hastes de orquídeas oncidium, também conhecidas como chuva-de-ouro.

O aquário do peixe que não existe mais? Tudo é válido. Agora ele abriga um terrário com suculentas e sansievierias, plantas resistentes e de fácil manutenção. A rega deve ser feita com água aspergida através de borrifador na parte interna do vidro. Para melhor conservação das plantas não molhar diretamente sobre elas. Evitar acúmulo de água no fundo do recipiente e manter em local com boa luminosidade. 

As botas floridas trazem um sentimento de alegria. Amarradas com corda e penduradas em janelas ou paredes iluminarão qualquer cantinho da casa. Nesta imagem, uma bota abriga kalanchoe dobrado pink e a outra, suculentas variadas. O segredinho é fazer furos nas solas para drenar o excesso de água. A rega deve ser feita com água aspergida através de borrifador, direto na terra ou substrato, nunca  na flor.

O bule da vovó, a caneca descascada, tudo é motivo para abrigar flores. Os bules com mini ananás, suculentas e cavalinhas conferem um charme todo especial e romântico a mesas de jantar ou aparadores.

A sopeira antiga que só ficava tomando espaço no armário, ganha destaque com o novo uso dado a ela, com  um arranjo ao melhor estilo “cottage” trazendo alegria e acolhimento ao ambiente.

Transformar lâmpadas queimadas em vasinhos é uma ideia genial. A dica aqui é usá-las com flores de corte da estação. Assim podemos variar cores, formas e texturas aproveitando lâmpadas queimadas que estão saindo de linha, e que com apenas a retirada do miolo com um alicate afiado, podem ser transformadas em cobiçados vasinhos. Aqui, utilizamos as Gloriosas. Flores elegantes e delicadas.

Crie, invente, recicle você também. Colocar uma flor em casa é abrir as portas para o belo, para os bons sentimentos, para a vida. 

Serviço:
Agapanthus Floricultura
Augusto Stresser, 1133 
(41) 3013-3940
Curitiba - PR
Fotos: f22 Studio Fotográfico/ Edna Froes