A diferença entre planejados e projetados

Aprenda a diferenciar os dois tipos de móveis e acertar na compra


Foto: flickr.com/photos/45901002@N07/14833485559/ Creative Commons

A casa está pronta. Agora, é hora de optar pelos móveis, que são parte fundamental do processo. E eis que surge a dúvida: planejados ou projetados? Muitas pessoas confundem os termos e acabam não sabendo bem as vantagens e diferenças entre este e aquele. Porém, isso está prestes a mudar. 

A primeira grande e mais notável diferença entre os dois tipos de móveis está nos objetivos deles. Enquanto os planejados são desenvolvidos em massa e não miram em um público ou projeto específico, os projetados fazem o caminho contrário e são produzidos especialmente para um projeto, a partir do desejo do cliente. O que os tornam exclusivos.

Além disso, os móveis projetados tem como premissa o total aproveitamento dos espaços. Os planejados, entretanto, não. Por serem projetados em modelações fixas, os móveis planejados já são preestabelecidos. Isso significa que eles podem ou não casar com os tamanhos que você tem disponíveis em casa. Sem mencionar que os estilos dos móveis também já são padronizados. 

A vantagem de se optar por móveis projetados, portanto, mora na liberdade que o cliente tem, uma vez que pode escolher tamanhos, estilos e acabamentos que lhe convém. Já a vantagem dos móveis planejados se encontra no preço, que é muito menor devido à maior produção e, consequentemente, popularização pela qual passa.

De qualquer forma, as duas opções são válidas e podem, sim, tornar o ambiente belo e funcional. Para tanto, contrate um profissional que o auxilie na escolha.